Ingestão de corpo estranho, pop pediatria, dra maria tereza, gastropediatria, gastro, hepato, pediatria, pinheiros, são paulo, ingestão, estranhos, pontiagudos, ímãs, orofaringe, sintomas

Ingestão de corpo estranho

A ingestão de corpos estranhos por crianças, geralmente menores de 6 anos, é algo preocupante, desafiador, além de angustiante para a família.

➡️ Para definir a conduta a ser tomada é necessário avaliar idade do paciente, objeto que foi ingerido, localização do objeto, tempo do ocorrido e os sintomas. Sendo que baterias, objetos pontiagudos e ímãs são os mais comuns.

👉🏻 A localização do objeto ingerido geralmente encontra-se na orofaringe, esôfago, estômago ou pós estômago.

❗ Pode haver sintomas, porém, boa parte dos pacientes são assintomáticos.

⤵️ Porém, quando há alguns dos sintomas referidos abaixo pode ser devido a tal evento e impactação no terço superior do esôfago:
👉🏻 Dor retroesternal,
👉🏻 Cianose,
👉🏻 Dispneia,
👉🏻 Disfagia,
👉🏻 Sialorreia,
👉🏻 Estridor,
👉🏻 Sibilância,
👉🏻 Engasgo,
👉🏻 Vômito,
👉🏻 Soluços e
👉🏻 Diminuição da ingesta.

‼️ Vale lembrar que se a impactação for crônica no esôfago ou em outra localização também são observados sintomas como pneumonia, perda de peso, dor, vômito, enterorragia.

👩🏻‍⚕️ Em casos de ingestão de alguns objetos, poder ser necessário fazer endoscopia, portanto, leve a criança direito ao hospital.

Até mais,
Dra Maria Tereza Guiotti

//TAGS
Ingestão de corpo estranho, pop pediatria, dra maria tereza, gastropediatria, gastro, hepato, pediatria, pinheiros, são paulo, ingestão, estranhos, pontiagudos, ímãs, orofaringe, sintomas

Ainda tem duvidas? Conte comigo!

Dra. Maria Tereza Guiotti

Gastroenterologia e Hepatologia Pediátrica – FMUSP
Pediatria – FMUSP | CRM: 163314 | RQE: 900711

criação e gerenciamento